MEUS POEMAS

A paixão (o momento)


No quarto,

haviam velas sobre os móveis,

o vinho, estava no chão,

na cama havia pétalas de rosas.

 

Do incenso, vinha um cheiro suave;

era jasmim.

A porta de repente se abriu;

era você.

 

Estava ali, parada, me olhando.

Meu coração, não sei, estava louco.

Vi você se aproximar, lentamente.

Estendeu-me a mão,

olhando nos meus olhos.

 

Aproximei-me devagar.

Quando os corpos se encontram,

a luz se acendeu, a luz da magia…

Aos poucos, fui me deixando, me entregando,

um boca tinha sede,

meu coração, o coração implorava:

– me beije, me ame!

Não como uma outra pessoa,

mas, como a parte em mim.

Não acaricie meu corpo,

toque minha alma.

Não beije minha boca,

entre no meu ser e me enlouqueça!

É a você que peço:

– Não me deixe.

Me ame, me ame, me ame, me ame!

Por favor me ame!

Comments are closed.